Marcelo Nobre Ferreira
Higiênização


Após a escovação é um erro comum achar que a higiene bucal já esta concluída . O uso do fio ou fita dental é tão importante quanto o uso da escova de dente. Com o uso do fio dental, é garantida a remoção de detritos (resíduos alimentares), que somente a escova não consegue remover. A associação do fio dental com a escova de dente, pode remover 26% à mais de placa do que o uso isolado da escova. O correto é usar fio dental e escova de dente conseqüentemente.
A escova, consegue limpar a parte de fora, de dentro e por cima dos dentes, mas não consegue limpar entre os dentes. É aí que entra o fio dental, ele atua justamente, onde a escova não consegue limpar, removendo as placas e alimentos alí depositados.
O uso do fio deve ser incentivado desde a infância, quando a criança começa a escovar seus dentes "sozinha"; no adulto, o fio deve fazer parte de sua rotina, sempre acompanhado da escovação. O mínimo que deve ser feito, como dito no artigo anterior (Higiene Bucal II "Escovação"), é fazer o uso do fio associado a escovação, pelo menos uma vez ao dia, de preferência antes de dormir.
O fio dental deve ser passado entre todos os dentes e atrás dos últimos, também de uma maneira padronizada, para não se esquecer de nenhum.
O uso do fio requer um certo treinamento e prática. Não se desencorage nas primeiras vezes. Após algumas semanas você dominará a técnica e em pouco tempo estará usando sem problemas.
Você pode ter algum sangramento nas primeiras vezes que usar o fio dental. Mas como as placas serão removidas, a inflamação da gengiva cederá e o sangramento desaparecerá. Caso persista, não cessando em poucos dias, procure o seu dentista.
É muito importante saber pegar corretamente o fio dental. Corte 40 a 50 cm de fio do rolo e enrole nos dedos médios das mãos, deixando a maior parte na mão direita, como na figura.
A medida que os dentes vão sendo limpos, desenrole o fio da direita e vá  enrolando na esquerda, para estar sempre usando uma parte limpa do fio dental.
Deslize o fio entre  dois dentes, introduzindo-o suavemente para não machucar a gengiva, faça movimento de vai e vem, através do ponto de contato. Puxar a fita ou o fio dental contra o dente, o movimento de vai e vem, deve ser feito no sentido da gengiva para o dente. Repetir esse movimento em todos os dentes, inclusive nos dentes do fundo da boca. Para a arcada superior, pegue o fio com o dedo indicador da mão esquerda e o polegar da mão direita, separados por 3 a 4 centímetros um do outro, e introduza com cuidado até ultrapassar o ponto de contato que une dois dentes vizinhos.
 
Primeiramente, você deve passar o fio num dente, deslizando contra sua face lateral e fazendo movimentos de cima para baixo.

Existe um acúmulo de placa, que não podemos ver no dia a dia, mas ela existe e sempre está atuando quando não removida. Para removê-la, os movimentos com o fio devem se estender até um ou dois milímetros para dentro da gengiva e é neste local que a placa se acumula e não podemos ver. Depois contorne a ponta da gengiva que fica entre os dentes e faça o mesmo movimento junto ao dente vizinho.
 
Para os dentes de baixo, o fio deve ser pego com os dois dedos indicadores. O modo de usar o fio é o mesmo citado anteriormente.

   
   
   
  

Pesquisa


  © Marcelo Nobre Ferreira • Todos os direitos reservados. ar2